Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

E fez da vida ao fim…

breve intervalo

E fez da vida ao fim…

Em tempos de pandemia tinha criado um blog (mais um) e cedo ficou ao abandono. Por minha culpa, tão grande culpa, não me articulo entre tudo o que tenho, quero e preciso fazer.

Gostava de prometer em breve intervalo a diferença, conseguir ocupar em mais uma forma esse fez da vida ao fim. Se a voz da Sophia não me protegeu o blog anterior, não será a de Camões que melhor o fará. Se o não somos daqui partiu, este blog já faz jus ao seu título, interrompe-se, e promete ainda falar das férias da semana passada e da minha experiência de leitura com Steinbeck, escritor que me tem surpreendido cada vez mais. Terminei ontem o seu "Chama Devoradora". 

Vou tendo o ócio como desnecessário, cada vez mais se me afigura uma doença que quebra espaço para a utilidade dos espaços vazios. Aos doentes crónicos, aos sofredores de breves surtos, sofre-se dele a quatro patas.

Sobre

21aafb00b84d1f9249b0b9a10481d2f3.pngO blog enquanto página pessoal tem como objectivo trazer um registo da vida que se insurge à correria do dia a dia, intervalos no intervalo. O "breve intervalo" surge como pausa, reflexão e memória do não empregue nos meus cadernos. Ao fim, essa outra vida trivial: a das opiniões, dos passeios, do não se querer esquecer e manter em permanente rascunho.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D